quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Jogos não Steam no Steam


Se existe algo que gosto é centralizar as coisas, e para isso, o Steam é muito bom. Tenho todos os meus jogos lá, basta abrir a plataforma da Valve e tenho uma lista de todos eles.
Porém nem tudo são flores e existe vida fora do Steam. A EA, sabendo do potencial de uma ferramenta semelhante e com uma boa biblioteca de jogos, resolveu abrir o Origin, tendo como carro chefe a série Battlefield.



Eu, acostumado a jogar Battlefied Bad Company 2 pelo Steam. Conversando com meus amigos através do seu chat via overlay, me deparo com o Battlefield 3 sendo lançado somente no Origin.
Não tive escolha se não instalar a plataforma de distribuição digital da EA.


Logo de cara, mesmo com a empolgação do seu lançamento, joguei muito menos Battlefield 3 que seu antecessor. Os problemas começavam com o próprio Origin, que é algo alheio à minha biblioteca de jogos, sendo outra coisa para abrir. Além disso, na época, ele não era maduro, existia uma série de bugs. Para finalizar, o Battlefield possuia o famigerado Battlelog.

Jogando pelo Origin, eu era obrigado a deixar o Steam desligado ou offline. Pois se alguém me chamava pelo chat, era preciso dar ALT+TAB para responder, e não somente um SHIFT+TAB padrão, e isso é muito incômodo.

Acontece que o Steam possui uma ferramenta muito útil em casos como esse. Ela permite adicionar um software não Steam para dentro do Steam, assim ele fica dentro de sua Biblioteca. Perceba que falei "software", então não precisa ser exatamente um jogo. Se você quiser adicionar o MS Word, fique à vontade, todo mundo vai saber que estará trabalhando no WORD quando o abrir pelo Steam. Além disso, é muito útil para aqueles jogos antigos que você tem em CD, DVD ou DRM Free, e que você gostaria de centralizar.

De posse do conhecimento desse recurso, jogar Battlefield ficou mais interessante, pois poderia usar normalmente o overlay do Origin e o overlay do Steam, e tudo que eles oferecem, principalmente os recursos de chat e de voip.

Para fazer isso você precisa executar 2 passos básicos.


1 - Ir em "Jogos", "Adicionar jogo não steam"


2 - Escolher o jogo na lista:

Pronto, o jogo está lá, então é só jogar.


No caso específico do Battlefield, ao clicar em "Jogar", o Steam abre o Origin, que por usa vez abre o Battlelog, e de lá você entra no jogo. Coisas do Battlelog! Mas enfim, uma vez dentro do jogo de fato, é possível jogar e usar o overlay do Steam normalmente.


Aproveitando, a EA poderia fazer algo como a Ubisoft faz com seu Uplay. Por exemplo, você poderia comprar o jogo no Steam, fazendo a ativação nas duas pontas, e poderia abrir o jogo de onde quiser. Assim poderia utilizar todos os recursos do software da Vave quando aberto por ele, pois o jogo ficaria lá também.
Desta forma, ao abrir o jogo via Steam, é aberto também o Uplay, que rapidamente pula para o jogo. Já na hora de fechar ele permite fechar o UPlay facilmente, até mesmo utilizando o controle (em caso de utilização do Big Picture). Muito bacana.




Postagens Relacionadas



Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário